ENGIM é uma associação sem fins lucrativos, nascida em Itália no 1977, reconhecida como ONG pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros da Guiné-Bissau no dia 29 de Abril 2011.

Os jovens e os adolescentes, as suas formação humana, cultural e profissional são para ENGIM o fulcro e o ponto de encontro de cada inciativa.

ENGIM colabora com a Congregação dos Josefinos de Murialdo e, especialmente, apoia o CIFAP (Centro Instrução Formação Artesanal Profissional) de Bissau e de Bula.

Veja o site internazionale.engim.it

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Objetivos da associação são:

  • criar centros e escolas de Formação Profissional com cursos de qualificação e requalificação a vários níveis para os jovens trabalhadores, artesãos e supervisores dos sectores produtivos: indústria, agricultura, artesanato e serviços;

  • suportar os centros de estudo sobre os problemas de emprego, aconselhamento, formação profissional e social;

  • promover a ligação e a coordenação inter-regional das iniciativas de voluntariado em favor da formação e cooperação em âmbito nacional e internacional;

  • promover a formação dos formadores;

  • promover e apoiar cooperativas de trabalho.

 


As principais atividades realizadas pela associação ENGIM na Guiné- Bissau são:

 

  • O projeto de reforço dos direitos dos prisioneiros e detidos na Guiné-Bissau no quadro do IEDDH: –“O prisioneiro - um homi nobo”.

Realizado em colaboração com a ONG italiana MANITESE e co-financiado pela União Europeia, este projeto tem uma duração de dois anos (inicio no Fevereiro 2012) e tem o objectivo geral de promover e assegurar aos prisoneiros e detidos na Guiné-Bissau condições de vida que permitem o respeito dos direitos fundamentais deles.

No específico as ações realizadas por ENGIM são finalizadas a:

- fornecer cursos de formação profissional na área da serralheria;

- permitir o melhoramento das condições de vida dos prisoneiros e dos detidos na previsão da reintegração deles na sociedade;

- sensibilizar e acrescentar a responsabilidade dos órgãos encarregados e da sociedade civil sobre o efetivo respeito dos direitos dos detidos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • O projeto “Djubi Lundju: rafforzamento del sistema di formazione professionale e creazione del primo incubatore di piccole imprese della Guinea-Bissau”

Cofinanciado pela CEI (Conferencia dos Bispos da Itália) este projeto tem uma duração de três anos (inicio em Setembro 2012) e tem como objetivo apoiar o sistema de formação profissional do CIFAP de Bissau para diminuir o desemprego dos jovens guineenses.

No específico as ações realizadas são finalizadas a:

- melhorar o sistema educacional da formação profissional centro CIFAP - Bissau, tanto a nível técnico, através da implementação de novos cursos de formação, tanto a nível pedagógico, através da implementação de cursos de formação para o pessoal docente. A intenção de ENGIM é de começar novos cursos de formação no sector da energia solar, canalização, corte costura e da eletrônica das automóveis.

- Implementar a criação de uma incubadora de micro empresas. O objectivo duma incubadora é acompanhar as nascentes empresas para que se tornem mais fortes. Para isso, a incubadora oferece um ambiente encorajador onde são oferecidas uma série de facilidades para o surgimento e crescimento de novos empreendimentos a um custo bem menor do que no mercado. Portanto, foram escolhidos os melhores ex alunos que tinham intenção de abrir uma atividade económica e o CIFAP deu-lhes uma formação segundo a metodologia GERME1-Gérer Mieux Votre Entrepris para capacitar os jovens na gestão da empresa. Foram escolhidos os dez (10) melhores projetos dos ex alunos que entrarão na incubadora e serão acompanhados durante 20 meses. As empresas irão receber um micro credito que possa ajudá-las a mover os primeiros passos. O gabinete da incubadora será disponível para monitorizar, acompanhar e assegurar a implementação das atividades e o reembolso do credito.

 

  • O projeto Cultura, Turismo e Formação: Bubaque cidade aberta

Realizado em colaboração com a ONG italiana MANITESE e co-financiado pela União Europeia, este projeto teve inicio em Janeiro 2013 e tem uma duração de três anos e tem como objectivo aumentar a capacidade de promoção e acolhimento ecoturístico das Ilhas Bijagós através da criação de “Bubaque, cidade do turismo” contribuindo na luta contra a pobreza e no empowerment da sociedade civil.

Apesar das fraquezas que a Guiné Bissau vive, este País tem um potencial imenso em termos culturais-turisticos e de vivacidade da sociedade civil que poderá ser um motor importante para o desenvolvimento. As Ilhas Bijagós são uma realidade muito particular na Guiné-Bissau, caracterizadas por uma antiga cultura matrilinear, tradições peculiares e mais radicadas respeito ao continente, uma enorme dotação natural e uma vivacidade dos produtores e artesãos locais. Esta ação situa-se em linha com as prioridades evidenciadas no plano nacional do turismo e visa a contribuir, também, a dar resposta as fraquezas indicadas na área de intervenção.

O projeto permitiu de reabilitar o mercado de Bubaque, dando para a ilha uma nova infraestrutura mais adequada para o comercio.

Foi construida uma nova escola para o primeiro curso profissional em hotelaria. O objetivo é de formar técnicos de restauração com conhecimento das noções básicas para a gestão integrada da acolhida e dos serviços das salas e cozinha de modo que podem inserir-se dinamicamente no mundo de trabalho, cobrindo as diferentes tarefas nas empresas de restauração. O domínio da restauração e do turismo é uma área chave que oferece oportunidades concretas de emprego.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

  • Universidade e Cooperação – UNICOO

Em colaboração com a Universidade de Turim a ENGIM recebe estudantes ou recém-formados da Universidade de Turim que pretendem realizar uma pesquisa sobre assuntos ligados ao trabalho da ENGIM. Foram já realizadas três experiencias, nomeadamente acerca o inserimento no mundo do trabalho dos jovens formados no CIFAP; um estudo sobre o microcrédito aos jovens para promover o empreendedorismo; uma pesquisa sobre a situação das prisões na Guiné-Bissau.

ENGIM

Bubaque: formação em hotelaria

Bubaque: formação em hotelaria

Operadores ENGIM em Bubaque

Operadores ENGIM em Bubaque

Bubaque: nova escola em hotelaria

Bubaque: nova escola em hotelaria

Bubaque: inauguração da escola

Bubaque: inauguração da escola

Bubaque: inauguração da escola

Bubaque: inauguração da escola

Gabinete ENGIM no CIFAP

Gabinete ENGIM no CIFAP

Reunião dos jovens empreendedores

Reunião dos jovens empreendedores

ENGIM e Mani Tese em Bafatá

ENGIM e Mani Tese em Bafatá

Bubaque: inauguração do mercado

Bubaque: inauguração do mercado

Prisão de Bafatá: inauguração escola

Prisão de Bafatá: inauguração escola

Operadores ENGIM no 2013

Operadores ENGIM no 2013

Operadores ENGIM no 2014

Operadores ENGIM no 2014

Para apoiar os nossos projectos com uma doação:

 

Bonifico bancario Conto Corrente BANCA PROSSIMA - CODICE IBAN:  IT 23 X 03359 01600 100000007422

 

Website desenvolvido por Engim, Corso Palestro 14 Torino, Italia, (+39) 011 230 43 18 

http://internazionale.engim.it/

 

Powered by HNZL 

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now